Nove trabalhadores chineses foram seqüestrados sábado na região petroleira do sul do Sudão, cenário de conflitos entre o governo e rebeldes, informou neste domingo a embaixada da China em Cartum.

"Nove trabalhadores do setor petroleiro foram capturados" no sábado, declarou um porta-voz da embaixada em Cartum.

"Estamos investigando e tomamos as medidas necessárias para enfrentar o problema", acrescentou, indicando que a embaixada criou uma célula de crise imediatamente depois do seqüestro.

Quatro funcionários indianos foram seqüestrados nessa região em maio e libertados depois de 74 dias de cativeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.