O Governo da Nova Zelândia ofereceu uma garantia opcional para todos os depósitos bancários de varejo pelos próximos dois anos, anunciou hoje o Ministro das Finanças, Michael Cullen. O plano tem o objetivo de alinhar o país com a vizinha Austrália e vários outros países, que tentam descongelar os mercados de crédito diante da crise de confiança que tomou o sistema financeiro.

A garantia oferecida pela Nova Zelândia é opcional e deve se dar por meio de contratos bilaterais entre o governo e as instituições financeiras que aceitarem a oferta. "A medida tem o objetivo de dar segurança aos depositantes neozelandeses", afirmou Cullen em nota oficial. "Queremos garantir que o cidadão comum sinta que seus depósitos estão seguros diante da crise financeira internacional."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.