Tamanho do texto

A nova primeira-ministra da Islândia, Johanna Sigurdardottir, pediu nesta segunda-feira a demissão dos três diretores do Banco Central, depois da crise econômica que atingiu duramente o país nórdico.

"Pedi a eles que renunciem imediatamente", declarou a premier em entrevista à Iceland Nacional Radio.

"Enviei a eles uma carta neste sentido", acrescentou.

Logo depois da formação, domingo, de seu novo governo de centro-esquerda, a dirigente social-democrata afirmara que uma das primeiras medidas tomadas por seu gabinete seria substituir a diretoria do BC.

David Oddsson, presidente da instituição, é apontado como o principal culpado da crise econômica. Oddsson, 61 anos, foi o responsável pela liberalização dos mercados financeiros no país quando ocupava o cargo de primeiro-ministro, nos anos 90.

Até a crise financeira, a Islândia, uma ilha de 320.000 habitantes, era um dos países mais prósperos da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

str/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.