A plataforma P-55 da Petrobras, que será destinada ao campo gigante de Roncador, na Bacia de Campos, e teve a última etapa de sua licitação concluída na sexta-feira, vai custar US$ 1,882 bilhão. O valor é US$ 200 milhões superior ao menor preço apresentado na primeira licitação realizada pela estatal um ano e meio atrás, que foi cancelada por causa dos elevados valores apresentados pelos concorrentes.

O consórcio Quip, formado pela Construtora Queiroz Galvão, a UTC Engenharia e o Grupo Iesa, apresentou o menor preço para a integração dos módulos da etapa mais cara do projeto total, o topside da plataforma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.