Nova grafia demora a chegar ao PC Por Filipe serrano São Paulo, 21 (AE) - Quem espera uma atualização no corretor do Word para acostumar-se com a reforma ortográfica precisará ter paciência. A mudança levará pelo menos 6 meses até chegar ao computador.

A Microsoft estima que a atualização do corretor do pacote Office (Word, Outlook, Excel, PowerPoint, etc.) seja distribuída apenas no segundo semestre. "Começamos a trabalhar na adaptação em setembro", afirma Eduardo Campos, gerente de produtividade da Microsoft no Brasil. "Não há certeza sobre alguns pontos do acordo e nossa ferramenta tem de ser completa, não adianta lançar uma versão agora e atualizá-la depois."
O Windows Vista não será adaptado à nova ortografia. As mudanças ocorrerão apenas no Windows 7.

Já o Google não tem previsão para aplicar às mudanças nas ferramentas de idiomas e nos corretores do Gmail e do Google Docs. O buscador disse em nota que "começou a analisar as mudanças e que irá implementá-las dentro do prazo de transição", que vai até 2012.

A comunidade do software livre saiu na frente das empresas. O programa OpenOffice (ou BrOffice), que é gratuito, já tem um verificador ortográfico adaptado. Apesar de não ser completo e de não diferenciar palavras com hífen, ele corrige as mudanças mais comuns. Para usá-lo, faça o download do OpenOffice em www.broffice.org e, depois, do verificador em www.broffice.org/verortografico/baixar. Ele também tem uma versão para o navegador Firefox, o que ajuda principalmente na hora de escrever e-mails.

Existem sites para consultar a nova grafia. No Português Exacto (http://tinyurl.com/8nmpqx) e no Flip (http://tinyurl.com/9k2ppv), ambos de Portugal, você pode converter um texto para as novas regras. Porém, eles não são precisos. Já no Portal da Língua Portuguesa (http://tinyurl.com/8bwb9y) é possível fazer buscas por palavras.

A partir do dia 25, o Estado trará aos domingos no caderno Vida&, uma coluna do filólogo Evanildo Bechara sobre o acordo ortográfico. Para sugerir temas e tirar dúvidas, envie e-mails para vidae@grupoestado.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.