Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Nova estatal não é necessária para aumentar renda do estado com petróleo, diz secretário do Rio

RIO - O secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro, Julio Bueno, afirmou hoje que o Estado brasileiro pode conseguir uma fatia maior das rendas petrolíferas esperadas com a exploração do pré-sal sem precisar criar uma estatal para gerenciar contratos de partilha de produção.

Valor Online |

O Fórum (de secretários de energia) é contra a criação da estatal. Isso não quer dizer que não sejamos a favor de uma maior apropriação da renda pelo Estado brasileiro. Mas há maneiras diferentes de fazê-lo e esperamos que o marco regulatório seja mantido o máximo possível, frisou Bueno, que participou hoje do seminário Rio além do petróleo, na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

Bueno afirmou ainda que a decisão sobre a melhor maneira de explorar o pré-sal deve ser tomada de forma rápida, para que o país não perca a onda de preços altos do petróleo.

Nossa angústia diz respeito ao tempo, explicou, argumentando que o petróleo é uma commodity cujos preços oscilam muito. Não podemos deixar o preço ficar baixo para explorar o pré-sal, afirmou, ao comentar a decisão tomada ontem pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) de não licitar no curto prazo nenhuma área do pré-sal.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG