Pela primeira vez, os americanos compraram mais computadores portáteis do que fixos no terceiro trimestre de 2008, anunciou nesta quarta-feira a agência de marketing IDC.

Os notebooks representaram 55,2% do número de computadores vendidos entre julho e setembro de 2008, com mais de 9,5 milhões de unidades comercializadas, o que representa um crescimento de 18% em um ano.

"A crise financeira não afetou o mercado de computadores, pelo menos não imediatamante", informou a IDC.

A clientela individual foi o fator dominante na venda de computadores portáteis, mas a clientela empresarial também teve papel importante", afirmou o analista David Daoud, citado em um comunicado.

Após ressaltar que as taxas de penetração de computadores portáteis nas casas ultrapassa 70%, Daoud estimou que as empresas e o setor público se deixaram seduzir pelas virtudes dos notebooks.

chr/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.