Tamanho do texto

A finlandesa Nokia, líder mundial da telefonia celular, anunciou nesta terça-feira a intenção de suprimir outros 1.700 postos de trabalho, como parte de um plano de corte de gastos.

"No conjunto, os planos afetarão aproximadamente 1.700 funcionários a nível mundial. Onde for possível, a Nokia fará consultas con os representantes dos trabalhadores sobre estes planos", afirma a empresa em um comunicado.

O diretor de comunicação da Nokia, Arja Suominen, declarou à AFP que a nova redução do quadro de funcionários integar os planos anunciados em dezembro para o corte de custos em pelo menos 700 milhões de euros (909 milhões de dólares) nos próximos dois anos.

"Desde então anunciamos várias iniciativas. Esta é uma iniciativa nova", declarou.

A Nokia informou em fevereiro que planejava demitir 1.000 funcionários em todo o mundo com saídas voluntárias.

Leia mais sobre: Nokia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.