Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

No campo, saldo do emprego deve ficar em 33 mil vagas

São Paulo - O nível de emprego no campo deve fechar o ano com saldo positivo de 33 mil vagas, melhor resultado desde 2004, quando a diferença entre contratações e demissões nas propriedades rurais foi positiva em 60 mil postos. Uma conjunção de fatores, entre eles o clima favorável para o desenvolvimento das lavouras e um bom nível de preço das commodities agrícolas no mercado externo incentivou contratações em 2004.

Agência Estado |

Em média, o nível de emprego no campo soma 4 milhões de pessoas em vagas permanentes e 1,3 milhão em temporárias. O resultado positivo pode não se repetir no ano que vem devido à crise financeira internacional que traz incertezas sobre o ritmo dos preços dos produtos agrícolas brasileiros no exterior.

"Para a cana e o café, se os preços não estiverem bons, muitas áreas marginais podem deixar de ser colhidas", diz o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Luciano Carvalho. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG