Tamanho do texto

RIO - O nível de ocupação no mercado de trabalho brasileiro atingiu 52% da população em idade ativa no primeiro semestre deste ano, recorde para a série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), iniciada em março de 2002. No ano passado, o nível de ocupação atingiu 51%. Em junho, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou o recorde de 52,6% do nível de ocupação, igualando o índice de novembro do ano passado.

Em novembro esse resultado é esperado, uma vez que há grande absorção de pessoas pelo comércio. Se houvesse dessazonalização, certamente o resultado de junho teria sido maior , frisou Cimar Azeredo, gerente da PME. O crescimento (da ocupação) não é só um soluço, é um crescimento que se mantém em patamar elevado , acrescentou.

Outro recorde foi registrado na média da taxa de desemprego no primeiro semestre, que atingiu 8,3% da população economicamente ativa. A média dos primeiros seis meses do ano foi recorde para este tipo de comparação, abaixo dos 9,9% dos primeiros seis meses do ano anterior.

A expectativa de que 2008 terá uma taxa menor que 2007 praticamente se confirmou com o fechamento do semestre, uma vez que o resultado dos seis primeiros meses já está abaixo dos 9,3% observados na média do ano passado. A situação teria que piorar muito para não fechar com taxa menor que no ano passado , ressaltou Azeredo.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.