A montadora japonesa Nissan Motor anunciou nesta quarta-feira mais 500 demissões no Japão e uma redução adicional da produção, com o objetivo de adaptar-se à queda da demanda provocada pela crise econômica mundial.

A Nissan vai reduzir em 78.000 veículos a produção das fábricas japonesas de Oppama, Kyushu e Tochigi entre janeiro e março. As atividades também serão diminuídas nas fábricas de motores de Yokohama e Iwaki.

No mesmo período, 500 funcionários temporários serão demitidos nas fábricas afetadas. Ao fim de março, a Nissan não terá mais nenhum trabalhador temporário no Japão.

Em outubro, a Nissan já havia anunciado 3.500 demissões em todo o mundo e reduções na produção.

roc/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.