Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Nippon Steel suspende parte de produção após incêndio em usina

Por Yuko Inoue TÓQUIO (Reuters) - Um incêndio em uma usina da Nippon Steel, localizada no sudoeste do Japão, forçou o segundo maior grupo siderúrgico do mundo a suspender na terça-feira os trabalhos em um alto-forno da planta e de algumas de suas linhas de produção.

Reuters |

A Nippon Steel, maior acionista da brasileira Usiminas, informou que ainda não foi possível avaliar a extensão dos estragos causados pelo fogo, que atingiu várias áreas de um gasoduto e que já dura quase um dia.

A usina de 15 milhões de metros quadrados, chamada Yawata, fornece chapas de aço para fábricas de automóveis da Toyota Motor e da Nissan Motor na região e também fabrica uma série de produtos como barras e canos de aço.

A planta emprega 2.950 pessoas e em 2007 produziu cerca de 4 milhões de toneladas de aço, cerca de 10 por cento da produção total da companhia.

As ações da Nippon caíram 2,8 por cento depois da notícia do incêndio.

Um porta-voz da empresa informou que o incêndio, que foi descoberto às 6h37 hora local (18h37 no horário de Brasília), começou em uma transportadora de coque que caiu, danificando dutos que transportam gás inflamável.

Ele informou que a planta de coque em si não foi atingida pelo incêndio, mas os bombeiros estavam jogando água na instalação para evitar que o fogo se espalhe.

O alto-forno, dois coquerias e algumas linhas de produção tiveram trabalhos suspensos, incluindo a produção de aço bruto, afirmou outro representante da Nippon Steel.

Imagens da televisão mostraram chamas saindo de chaminés e de outras partes da unidade e uma imagem aérea mostrou a usina inteira envolvida em grossa fumaça preta.

Um policial afirmou que os bombeiros não estão mais tentando apagar o fogo, mas, em vez disso, tentavam deixar o fogo se esgotar para evitar que gases se espalhem.

'Esperamos que seja preciso cerca de 20 horas para que as chamas se esgotem', disse o policial por telefone.

A Nippon Steel opera nove alto-fornos no Japão.

(Reportagem adicional de Ritsuko Shimizu, Sachi Izumi e Chisa Fujioka)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG