Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Nippon e Kobe adiam compra de minério de ferro e carvão

TÓQUIO (Reuters) - As japonesas Nippon Steel Corp e Kobe Steel afirmaram nesta quarta-feira que a BHP e outras grandes mineradoras concordaram em adiar os fornecimentos de minério de ferro e coque de carvão, acompanhando o corte de produção de aço feito pelas siderúrgicas. As produtoras de aço solicitaram a mineradoras como BHP, Rio Tinto e Vale atraso nos embarques há cerca de um mês, quando começaram as reduções de produção das siderúrgicas.

Reuters |

"As mineradoras entenderam que nosso nível de estoque está alto e os pátios cheios depois dos cortes de produção", afirmou um porta-voz da Nippon Steel, segunda maior siderúrgica do mundo.

A Nippon Steel, juntamente com rivais como a terceira do mundo JFE Steel, está reduzindo a produção enquanto Japão, Estados Unidos e Europa embarcam no que se espera ser uma recessão profunda, com a crise global de crédito cortando a demanda por veículos, equipamentos, TVs e outras outros produtos feitos com aço.

A Nippon havia informado no mês passado que ia dobrar o corte de produção já anunciado, de 6 para 12 por cento até março, devido à retração da demanda.

A Kobe Steel, quarta maior siderúrgica japonesa informou que poderia triplicar o corte de produção, para 600 mil toneladas no segundo semestre, uma queda de 14 por cento comparado aos seis meses anteriores.

As mineradoras já trabalham com redução nos preços do minério de ferro e do carvão em 2009, depois de terem obtidos ajustes elevados para os dois produtos este ano.

O minério que não for entregue até o final de março vai seguir o novo preço, que deverá ser fechado no início do ano, disseram as duas companhias. Já o carvão será ajustado pelo preço corrente, afirmou um porta-voz da Kobe Steel.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG