A Net informa que pediu à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que seja instituído um período de transição, caso a agência aprove o fim da cobrança do ponto extra da TV paga. Nesse período de transição, a Net pretende criar novos pacotes que incluam o ponto adicional e diz que irá dar incentivos para que os clientes mais antigos migrem para os novos produtos.

A empresa entende que o período de transição é fundamental para que possa se preparar, caso o fim da cobrança do ponto extra seja aprovado. Com a transição, diz, será possível agregar valor à sua atual oferta e desse modo compensar a eventual perda de receita.

O tema da cobrança do ponto extra ficou em consulta pública na Anatel e recebeu 638 sugestões. A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda já se posicionou contra o fim da cobrança. A Seae argumentou que se a cobrança for mesmo eliminada, os preços dos pacotes de TV paga podem vir a ser reajustados. "Isso significa que os assinantes de menor renda, aqueles que, por terem apenas uma televisão, solicitam somente o ponto principal, subsidiarão os assinantes de maior renda".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.