Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Net: débito automático em 50% das contas ajuda a evitar inadimplência

O diretor financeiro e de Relações com Investidores da Net Serviços, João Elek, disse que a conjuntura econômica inspira atenção quando o assunto é inadimplência. Contudo, ele evitou fazer projeções sobre o nível de atrasos nos pagamentos em sua área de atuação - TV por assinatura, banda larga e telefonia.

Agência Estado |

No momento, os clientes estão pagando as contas em dia, afirmou Elek. "Naturalmente, numa época de dificuldades em diversos setores, ficaremos atentos a como se comporta a inadimplência", comentou há pouco, em teleconferência com jornalistas. Hoje, o índice de inadimplência na Net equivale a 0,8% da receita bruta, que somou R$ 1,341 bilhão no quarto trimestre de 2008, e 1,1% da receita líquida de R$ 1,021 bilhão no período.

Segundo ele, ajuda a controlar a inadimplência o fato de mais de 50% das contas endereçadas aos clientes da Net estarem cadastradas no débito automático. "Isso tem sido providencial", disse. "Quando os Correios entraram em greve em 2008, a Net sentiu menos impacto em termos de atrasos do que outras empresas muito por causa do débito automático", comentou.

A Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) da Net Serviços cresceu 28% no quarto trimestre de 2008, comparativamente a igual intervalo do ano anterior, para R$ 11,1 milhões. Mas a operadora diz que sua carteira de crédito continua saudável, mesmo com a entrada em mercado de menor poder aquisitivo.

No balanço, a Net explica que a maior reserva para inadimplência acompanha o crescimento de 29,8% da receita bruta no período, de R$ 1,341 bilhão. Também constitui um ajuste ao avanço de 56% da base de clientes, que fechou 2008 com 7,97 milhões de assinantes de TV por assinatura, vídeo digital, banda larga e telefonia.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG