Uma batalha na internet foi travada ontem entre o Greenpeace e a gigante do setor de alimentos Nestlé. A ONG colocou na rede um vídeo viral onde relacionava a extinção de orangotangos na Indonésia à produção de óleo de palma, um dos principais ingredientes dos chocolates da empresa suíça.

Segundo o Greenpeace, florestas tropicais e de turfa, nativas da Indonésia, estão sendo derrubadas para dar lugar à plantação de palmeiras, de onde é extraído o óleo. A Nestlé chegou a anunciar que suspenderia contratos com a Sinar Mars, a maior produtora de óleo de palma da Indonésia. Ao mesmo tempo, pediu a retirada do vídeo do Greenpeace do site Youtube.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.