SÃO PAULO - Os resultados globais da Nestlé no primeiro trimestre avançaram, com a recuperação da demanda principalmente nos países emergentes. As projeções da companhia para este ano são positivas.

SÃO PAULO - Os resultados globais da Nestlé no primeiro trimestre avançaram, com a recuperação da demanda principalmente nos países emergentes. As projeções da companhia para este ano são positivas. Segundo os dados apresentados pela empresa nesta quinta-feira, as vendas apresentaram crescimento orgânico de 6,5% para 26,3 bilhões de francos suíços (US$ 24,5 bilhões) nos três primeiros meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. "Nosso forte desempenho de vendas no primeiro trimestre confirma que estamos captando as oportunidades em nossos diferentes pilares de crescimento, tanto nos mercados emergentes, quanto nos desenvolvidos, mesmo em um ambiente econômico global que permanece desafiador", afirmou o presidente executivo da Nestlé Paul Bulcke. O segmento de alimentos e bebidas, o principal da companhia, apresentou receita de 24,27 bilhões de francos suíços, uma alta de 6,1% na comparação anual. Na divisão geográfica, na área das Américas, as vendas cresceram 5,1%, totalizando 7,6 bilhões de francos suíços. Na Europa, a receita ficou em 5,3 bilhões de francos suíços, alta de 3,4%. O maior avanço, de 10,3%, foi registrado na área que abrange a Ásia, a Oceania e a África, com vendas de 4,1 bilhões de francos suíços no período. "O crescimento acelerou na Europa Ocidental e em outros mercados desenvolvidos, enquanto o grupo dos mercados emergentes alcançaram 10% de crescimento orgânico, com um desempenho particularmente forte nos países do Bric", afirmou em nota a empresa. Para 2010, a Nestlé projeta um crescimento maior do segmento de Alimentos e Bebidas do que o registrado em 2009, de quase 4%, bem como uma melhora na margem EBIT (lucro antes de juros e impostos), considerando câmbio constante. (Vanessa Dezem | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.