Tamanho do texto

Nenhum executivo do banco britânico Royal Bank of Scotland, que foi resgatado pelo governo, receberá bonos, anunciou nesta terça-feira o ministro das Finanças, Alistair Darling.

O RBS - que recebeu em outubro passado do governo britânico uma injeção de 20 bilhões de libras (35 bilhões de dólares), o que faz o Estado britânico possuir agora quase 70% dessa instituição - reduzirá a concessão de bonos a um "mínimo legal", determinou Darling.

ame/cn