Londres, 19 mar (EFE).- As negociações entre a tripulação e a British Airways para evitar uma greve fracassaram hoje e companhia aérea terá que enfrentar uma grande paralisação a partir desta madrugada.

O secretário-geral do sindicato Unite, Tony Woodley, disse estar decepcionado com o fracasso dos esforços para evitar a greve e acusou a empresa de buscar uma "guerra" com os funcionários.

A direção da British Airways e o Unite buscavam uma solução que impedisse a paralisação que os funcionários prometem para entre 20 e 22 de março, e entre 27 e 30 de abril.

Os funcionários votaram a favor da greve perante uma proposta da direção da empresa que pretende, entre outras medidas, eliminar 1.200 empregos, reduzir os pagamentos em viagens de longa distância e congelar salários por, no mínimo, dois anos.

A companhia aérea anunciou na quarta-feira que fretará mais aviões que o previsto para os dias de paralisação e que o número de voluntários para trabalhar durante a greve aumentou. EFE prc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.