Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Negociações de última hora elevam preço do petróleo nesta sexta-feira

SÃO PAULO - Uma escalada no preço do petróleo nos últimos minutos dos pregões dos principais mercados do mundo evitou mais um dia de perdas para os contratos neste mês. O barril se valorizou inesperadamente nas negociações de última hora de contratos de gasolina e óleo para calefação com vencimento marcado para hoje.

Valor Online |

Negociadores que haviam vendido seus contratos esperando queda no preço da commodity foram obrigados a aceitar preços maiores ao final do pregão para comprar contratos futuros e não ter de dispor do produto.

O contrato de WTI negociado para dezembro de Nova York fechou valendo US$ 67,81, avançando US$ 1,85. O contrato para janeiro de 2009 ficou US$ 1,94 mais caro, para US$ 68,48. Em Londres, o barril de Brent para dezembro fechou valendo US$ 65,32, subindo US$ 1,61. O vencimento para o mês seguinte teve elevação US$ 1,73, para US$ 67,15.

O mercado abriu com os preços em baixa em meio a notícias dos EUA apontando que a renda pessoal dos consumidores subiu 0,2%, o gasto pessoal caiu 0,3%, e o custo da mão de obra se elevou em 0,7% no terceiro trimestre. Da zona do euro veio a informação de redução na inflação (de 3,6% em setembro para 3,2% em outubro) e estabilidade do desemprego em 7,5% em setembro.

No início da tarde, a expectativa de desaceleração econômica mundial chegou derrubar o preço do barril em cerca de US$ 2. O saldo geral de outubro mostra depreciação no preço do petróleo em cerca de 30%. Para novembro, entra em vigor a redução na produção de 1,5 milhão determinada pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG