SÃO PAULO - A Natura apresentou lucro líquido de R$ 186,6 milhões no quarto trimestre, o que representa um aumento de 34,7% sobre os R$ 138,6 milhões apurados no mesmo trimestre de 2008. No acumulado de 2009, o lucro chegou a R$ 683,9 bilhão, uma alta de 32,0% sobre os R$ 517,9 milhões obtidos no ano anterior. Os números da companhia, tanto de 2009 como de 2008, foram apresentados segundo o padrão contábil internacional (IFRS). A Natura optou por antecipar a adoção das novas práticas e, com o intuito de permitir comparabilidade, o resultado do exercício de 2008 foi ajustado e reapresentado, explicou a empresa em seu comentário de desempenho.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561314576&_c_=MiGComponente_C

A receita líquida no quarto trimestre somou R$ 1,319 bilhão, o que corresponde a um aumento de 16,3% sobre os R$ 1,134 bilhão do mesmo trimestre de 2008. No ano, a receita subiu 18,6%, de R$ 3,576 bilhões para R$ 4,242 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) atingiu R$ 304,3 milhões no quarto trimestre de 2009, contra R$ 255,1 milhões um ano antes, com avanço de 19,3%. Em 2009, o Ebitda alcançou R$ 1,008 bilhão, o que representa crescimento de 17,2% sobre os R$ 860,1 milhões de 2008.

A Natura informou que pretende ampliar seus investimentos para R$ 250 milhões em 2010. No ano passado, foram aplicados R$ 140,6 milhões em tecnologia da informação, benfeitorias e expansão da capacidade de produção.

Os investimentos para este ano incluem evolução tecnológica dos processos comerciais e de distribuição, como a ampliação da capacidade da rede de separação e distribuição, e da capacidade de operação.

Leia mais sobre: Natura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.