A mineradora Namisa, que teve uma fatia de 40% vendida pela CSN para um consórcio de siderúrgicas asiáticas, deve receber investimentos de US$ 2 bilhões para aumento de capacidade, segundo relatório divulgado pela Corretora Brascan. Desse total, US$ 700 milhões serãos destinados a viabilizar a produção e o beneficiamento de 20 milhões de toneladas de minério bruto, US$ 100 milhões serão voltados para a expansão da mineradora, enquanto US$ 1,2 bilhão serão usados para a construção de duas pelotizadoras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.