Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Naftogaz anuncia que está disposta a receber observadores russos

Kiev - A empresa estatal ucraniana Naftogaz anunciou nesta sext-feira que está disposta a receber observadores russos para que comprovem o funcionamento do sistema de gasoduto da Ucrânia.

EFE |

 

"Estamos dispostos, dentro dos acordos das possibilidades técnicas, a permitir o acesso ao sistema de gasodutos a pessoas interessadas da Gazprom no marco do grupo de monitores da Comissão Europeia", afirmou o porta-voz da Naftogaz, Valentin Zemlianski, citado pela agência "Interfax".

A recusa de Kiev em aceitar a presença de especialistas russos no grupo de observadores tinha impedido, até agora, a criação de um mecanismo internacional de supervisão do trânsito do gás pela Ucrânia.

Antes, o presidente da Gazprom, Alexei Miller, havia afirmado que confia em que hoje mesmo será assinado o protocolo para criar o mecanismo internacional de supervisão do trânsito de gás pela Ucrânia, e "imediatamente depois" será retomado o fornecimento.

"Confiamos em que, durante o dia de hoje, será assinado o protocolo para a criação de um mecanismo internacional independente para garantir o trânsito do gás russo pelo território da Ucrânia e, imediatamente depois, retomaremos o fornecimento", disse Miller, citado pelas agências russas.

Antes, a Gazprom tinha advertido que, do momento da tomada da decisão de retomar o envio de gás até que os consumidores europeus recebam o combustível, pode demorar entre 12 e 24 horas.

A Rússia cortou na quarta-feira passada o envio de gás à Europa através da Ucrânia com o argumento de que o país vizinho estava se apropriando ilegalmente do combustível destinado aos consumidores europeus.

Leia mais sobre gás

Leia tudo sobre: gás

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG