Tamanho do texto

A veterana Barbie venceu a batalha contra as modernas Bratz, depois que um juiz americano ordenou a retirada dessas últimas do mercado, após quatro anos de disputa para determinar a paternidade das bonecas. Um juiz federal de Los Angeles deu vitória à Mattel, fabricante da Barbie, que lutava nos tribunais com a MGA Entertainment Inc, pai das Bratz, por violação aos direitos autorais.

A sentença ordena que a MGA deixe de fabricar as Bratz e as retire do mercado depois do Natal. A polêmica teve início quando Carter Bryant projetou a Bratz no final dos anos de 1990 quando ainda trabalhava para a Mattel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.