Tamanho do texto

Para não ficar atrás da Claro no lançamento do iPhone, que agendou para as 21h30 de amanhã evento com empresários, celebridades e alguns jornalistas, a Vivo anunciou coletiva de imprensa às 23h do mesmo dia. Na ocasião, os executivos da Vivo falarão sobre suas estratégias comerciais para o lançamento comercial do telefone que funcionará em sua rede de terceira geração (3G).

O evento marcado pela Vivo para jornalistas acontecerá no mesmo dia em que sua maior adversária, a Claro, apresentará o aparelho da fabricante Apple a assinantes e potenciais clientes no Terraço Daslu. A Claro, ao contrário da Vivo, não marcou coletiva de imprensa para comentar sua estratégia de atuação.

Nenhuma das operadoras antecipa o preço que cobrará pelo iPhone. Segundo fontes do mercado, o preço médio do aparelho deve ficar em R$ 1,5 mil. É grande a briga entre teles para se antecipar às tendências de mercado. Na semana passada, o presidente da Claro, João Cox, disse que o iPhone será um dos pilares de sua estratégia para conquistar a liderança de mercado e tirar a Vivo da primeira posição. Em agosto, a Claro subiu uma posição no ranking de telefonia móvel, ficando com uma diferença de 5,7 mil clientes para a TIM. Ambas têm 25,09% de participação de mercado, conforme ranking da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A Vivo continua na dianteira, com 30,12% dos clientes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.