Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mudança em lei do pré-sal pode inviabilizar Jogos Olímpicos no Rio, diz COB

(corrige título) Rio de Janeiro, 15 mar (EFE).- A mudança nos critérios de distribuição dos royalties de exploração de petróleo do pré-sal poderá fazer com que o Rio de Janeiro não tenha condições de promover as obras previstas para os Jogos Olímpicos de 2016, segundo o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman.

EFE |

"A redução da receita da exploração do petróleo deixará o Estado do Rio de Janeiro sem condições de fazer as obras necessárias para os Jogos de 2016. Qualquer decisão que afete a capacidade do Estado do Rio de Janeiro de cumprir várias obrigações tem impacto negativo na organização dos Jogos e, se não for remediada, representará uma quebra de contrato", disse o dirigente por meio de comunicado.

Nuzman assegurou que esta situação terá "um impacto negativo" na organização dos Jogos, e deverá causar uma crise com o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O governador do Estado, Sérgio Cabral, se manifestou da mesma forma no último fim de semana e pôs em xeque tanto a organização dos Jogos como a Copa do Mundo de 2014.

A emenda Ibsen Pinheiro, que muda as regras do pré-sal, ainda terá que ser analisada pelo Senado e poderá receber veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. EFE.

mp/id

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG