Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

MPX vê potencial de 1,7 bi t de carvão na Colômbia

SÃO PAULO (Reuters) - A MPX, braço de energia do grupo EBX, anunciou nesta terça-feira que identificou recursos potenciais de 1,74 bilhão de toneladas de carvão na Colômbia após sondagens realizadas até o mês passado. A companhia, do grupo controlado pelo empresário Eike Batista, afirmou em comunicado que a produção, conforme plano de negócios divulgado nesta terça-feira, deverá começar em 2012 e poderá alcançar 15 milhões de toneladas anuais em 2021, com os recursos já identificados.

Reuters |

"O plano de negócios considera, ainda, que com a expansão da exploração para novas áreas, a produção deverá atingir 20 milhões de toneladas anuais", afirmou a MPX em comunicado.

As reservas certificadas da MPX na Colômbia, segundo relatório da John T. Boyd, são de 144 milhões de toneladas com potencial para mineração a céu aberto.

"Adicionalmente, a MPX Colombia identificou 1,6 bilhão de toneladas de carvão em recursos potenciais para mineração subterrânea na área de San Juan", informou a empresa.

A companhia possui projeto de um porto próprio distante cerca de 150 quilômetros das minas, que deve entrar em operação em 2013.

"Até o início da operação do Porto MPX, será utilizada solução portuária existente, em Santa Marta ou Ciénaga, solução esta já em fase de negociação, para escoar a produção e suprir as plantas no Brasil e no Chile", acrescentou o comunicado.

(Por Alberto Alerigi Jr. e Marcelo Teixeira)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG