SÃO PAULO - A MPX Energia protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no dia 19 deste mês pedido de aprovação do Programa de de Global Depositary Receipts (GDR) Nível I da companhia. A informação consta de fato relevante divulgado nesta terça-feira.

No documento, a empresa informou que contratou o Banco Itaú como instituição custodiante e o Bank of New York Mellon como instituição depositária dos recibos. Cada GDR irá equivaler a cinco ações ordinárias da MPX.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.