Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

MPF irá recorrer da suspensão de liminar de Belo Monte

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu recorrer da decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Jirair Aram Meguerian, que cassou medida liminar e permitiu a realização do leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, previsto para a próxima terça-feira, dia 20.Conforme informações divulgadas nesta tarde pela Procuradoria Geral da República, o procurador regional Renato Brill de Goes vai entrar com agravo no próprio TRF, solicitando que o processo seja analisado pela corte especial do órgão.

AE |

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu recorrer da decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Jirair Aram Meguerian, que cassou medida liminar e permitiu a realização do leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, previsto para a próxima terça-feira, dia 20.

Conforme informações divulgadas nesta tarde pela Procuradoria Geral da República, o procurador regional Renato Brill de Goes vai entrar com agravo no próprio TRF, solicitando que o processo seja analisado pela corte especial do órgão. Segundo o procurador, causa estranheza a rapidez com que a decisão foi tomada. "Foge à rotina do TRF-1 decidir sobre um assunto tão complexo como esse em cerca de três horas", afirmou o procurador.

O presidente do Tribunal Regional Federal 1ª Região, Jirair Aram Meguerian, suspendeu a liminar em decisão anunciada hoje no início da tarde.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG