#145;Sustentável #146; ganha selo - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Móvel #145;Sustentável #146; ganha selo

Um grupo de 26 empresas catarinenses aposta no móvel sustentável para fortalecer a presença no mercado interno. As fabricantes lançam hoje em São Paulo as primeiras linhas de produtos com a marca Biomóvel, fabricados com madeira reflorestada e design que economiza matérias-primas.

Agência Estado |

A marca Biomóvel foi desenvolvida para agregar valor às adaptações que o Arranjo Produtivo Local (APL) do norte catarinense havia feito para se adaptar às normas européias. "As empresas da região já trabalhavam seguindo as exigências européias, e agora vão tentar colocar esses móveis no mercado nacional", diz Sandro Rudnick, proprietário da Móveis Rudnick. A iniciativa surgiu no início do ano, quando o pólo moveleiro passava por dificuldades no mercado externo.

A certificação dos móveis é feita pelo Serviço Nacional da Indústria (Senai), que auditora as empresas para verificar se a origem dos materiais, os processos de fabricação e distribuição dos móveis condizem com as premissas do projeto (economia de matérias-primas e menos impacto ambiental).

A estratégia é manter o móvel "verde" com preço compatível ao das demais linhas. "Temos condições de produzir sem agredir o meio ambiente e sem cobrar mais caro por isso", diz Ivo Grossl, proprietário da Móveis Grossl. O lançamento dos biomóveis vai contar com 50 produtos certificados. "Esperamos ter de 5% a 10% das nossas linhas compostas por biomóveis em 2009", diz Rudnick.

Para Ari Lorandi, diretor da Central de Excelência Moveleira, empresa de marketing responsável pela criação da marca, os biomóveis devem despertar a procura de projetos ambientalmente corretos, como os edifícios verdes. "Existe hoje um nicho de mercado em crescimento, de arquitetos que procuram mobiliário para esses empreendimentos", diz.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG