La Paz, 23 jan (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, nacionalizou hoje, por meio de um decreto, a empresa petrolífera Chaco, filial da British Petroleum (BP), após o fracasso das negociações para se alcançar um acordo sobre esta operação.

Junto com altos comandantes militares, policiais, vários de seus ministros e líderes sindicais e indígenas, Morales assinou o decreto de nacionalização na jazida de gás Carrasco, que fica no departamento (estado) de Cochabamba (centro). EFE ja/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.