O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, prometeu trabalhar com o Congresso para encontrar soluções para a mais desafiadora crise econômica que o país já enfrentou. Nossos desafios nesta crise financeira são mais complexos do que qualquer outra que o nosso sistema financeiro já enfrentou, exigindo novos programas e atenção persistente para resolvê-la, disse Geithner em um discurso preparado para uma audiência no Comitê de Bancos do Senado.

Geithner também disse que pelo menos US$ 50 bilhões em fundos do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos (Tarp, na sigla em inglês) serão usados para evitar a execução de hipotecas, mas os detalhes desse plano serão anunciados nas próximas semanas.

Afirmando que os americanos tinham "perdido a fé nos líderes de nossas instituições financeiras" e que estão céticos de que tenham sido beneficiados pelas medidas do governo para lidar com a crise, Geithner exortou os legisladores a trabalhar com a administração para restaurar a confiança do mercado.

A primeira aparição pública do secretário no Congresso ocorreu apenas poucas horas depois de o Senado ter aprovado um pacote de estímulo econômico de US$ 838 bilhões e do anúncio do plano do Tesouro para socorrer o sistema financeiro.

"Para ter o crédito fluindo novamente, para restaurar a confiança em nossos mercados e restaurar a fé do povo americano, propomos uma reforma fundamental do programa do governo para reparar o sistema financeiro", disse o secretário.

O plano anunciado por Geithner prevê uma nova injeção de capital nos bancos através de um fundo, mas apenas após um abrangente teste de estresse. As condições também estarão atreladas à melhora na transparência, aumento dos empréstimos e limites no pagamento dos executivos.

O secretário disse que o programa de US$ 200 bilhões do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) para estimular os empréstimos ao consumidor, o Programa de Crédito a Termo de Ativos Lastreados em Ativos (Talf, na sigla em inglês), será expandido para atingir os mercados secundários para outros ativos e também poderá alcançar US$ 1 trilhão. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.