s estima um ano difícil para distribuidores de produtos caros nos EUA - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Moody s estima um ano difícil para distribuidores de produtos caros nos EUA

Este será um ano difícil para os distribuidores de produtos caros nos Estados Unidos, como automóveis, aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos, já que dependem de créditos, avaliou nesta quinta-feira a Moodys Investors Service, uma das principais agências americanas de classificação financeira.

AFP |

"Os três tipos de produtos historicamente beneficiados pelas fáceis condições do crédito e com a maior probabilidade de serem afetados pelo contexto atual de restrições de crédito são as concessionárias de automóveis e os distribuidores de eletrônicos e eletrodomésticos", segundo a agência.

Para os vendedores de produtos eletrônicos e eletrodomésticos as perspectivas para 2009 são fracas. Se, por exemplo, as grandes cadeias de supermercados, como, por exemplo, Wal-Mart, continuam a se beneficiar da guerra de preços, as lojas que se dedicam a reformas e melhorias de casas, como a Home Depot e a Lowe's, prosseguem afetadas pelo ambiente negativo do crédito ao consumidor, acrescentou a Moody's.

"Só uma pequena melhora nos créditos disponíveis está prevista para 2009" para os automóveis, segundo a agência.

hh/nh/sd/

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG