Nova York, 12 jan (EFE).- A agência Moodys elevou hoje de B1 a Ba3 as qualificações que dá aos bônus em moeda estrangeira e local do Governo do Uruguai, de modo a refletir a notável melhora observada no perfil da dívida do país.

"Essa melhoria contribuiu para uma clara redução dos riscos creditícios apoiada em uma tendência de baixa nos indicadores da dívida", explicou hoje através de comunicado Mauro Leos, vice-presidente e analista da Moody's.

Segundo ele, a alta das qualificações também se baseia em uma menor vulnerabilidade da dívida uruguaia e ao fato de ter reduzido o grau da dolarização dos instrumentos creditícios do Governo e bancos do Uruguai.

O teto país em moeda estrangeira para bônus e notas do Uruguai, a máxima qualificação que um emissor uruguaio ao colocar títulos no estrangeiro poderia obter, também foi elevado de Ba2 a Ba1, enquanto o teto país para depósitos bancários em moeda estrangeira passou de B2 a B1. EFE mgl/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.