A agência de classificação de risco Moodys rebaixou os ratings para depósitos de longo prazo e dívida sênior do Deutsche Bank para Aa3, de Aa1, e o rating de solidez financeira do banco para C+, de B. Ao mesmo tempo, a agência rebaixou os ratings de dívida de longo prazo de suas agências bancárias e da maior parte de suas subsidiárias.

A perspectiva para os ratings do banco é estável. Segundo a Moodys, o rebaixamento conclui a revisão nos ratings do banco alemão iniciada em 19 de novembro do ano passado.

O euro caiu com a notícia, mas a moeda já vinha sob pressão ao longo do dia com investidores avaliando que o cenário para Grécia ainda é nebuloso. Muitos economistas acreditam que o país precisará de um suporte financeiro e que o anúncio do pacote de austeridade fiscal e da emissão de bônus, apesar de positivo, não garante solução para os problemas com sua dívida.

De acordo com a Moodys, o rebaixamento da nota do Deutsche Bank reflete a combinação de três fatores: a contínua preponderância de atividades de mercado de capital e os subsequentes desafios para administração do risco; o atraso na aquisição do Deutsche Postbank, que adia os potenciais da compra; e o fato de outros negócios da instituição mostrarem volatilidade de lucro superior ao previsto anteriormente pela agência.

No fim da tarde, o euro era negociado em US$ 1,3576, de US$ 1,3703 no fim da tarde de quarta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.