A decisão do governo de reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) surtiu efeito dois dias depois do anúncio. As montadoras e concessionárias que apostaram em feirões para desovar os estoques abarrotados tiveram um retorno rápido.

No sábado, no feirão da General Motors, na sede da empresa, em São Caetano do Sul, logo pela manhã já havia muita gente à procura da melhor oferta. Um batalhão de 350 vendedores recebia os visitantes.

A GM colocou no feirão 70 carros novos expostos e outros 5 mil em estoque. O financiamento máximo era de 60 meses, com entrada mínima de 20% do valor do veículo. Rodrigo Rumi, gerente regional de marketing e vendas da GM, esperava receber no pátio da montadora durante o fim de semana entre 15 mil e 17 mil pessoas. Nos feirões anteriores, feitos em novembro e no começo de dezembro, o público chegou a 12 mil visitantes. "O IPI reduzido vai ajudar bastante. Já sentimos um começo de retomada nas vendas nas últimas semanas, mas agora deve melhorar", diz o executivo.

Uma da formas de melhorar o movimento nas concessionárias, segundo ele, foi com o pagamento de até 7% a mais que o valor de mercado na compra de carros usados. "Conseqüentemente, isso reflete na venda de novos", explica.

Durante promoções como a do feirão, segundo Rumi, as vendas chegam a ser até 35% maiores do que num fim de semana normal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais sobre: montadoras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.