SÃO PAULO - A moeda da China está subvalorizada, comentou o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn. Algumas moedas estão obviamente subvalorizadas, especialmente na Ásia, especialmente o yuan, comentou a jornalistas em Bruxelas.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561792134&_c_=MiGComponente_C

Segundo ele, na lógica do reequilíbrio da economia mundial, vai haver a apreciação do yuan. "Isto não pode ser evitado. Em alguns casos, as taxas de câmbio têm de apreciar e esta é a discussão muito bem conhecida sobre a China e o valor do yuan", sustentou.

Ontem, a China refutou os pedidos de legisladores americanos para Pequim ser considerado como manipulador de moeda, alegando que o valor do yuan não deve ser culpado pelos desequilíbrios do comércio internacional.

Leia mais sobre: China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.