Depois de 90 dias, a mistura de álcool anidro na gasolina subirá dos atuais 20% para 25% a partir do próximo domingo, dia 2. O secretário de Produção e Agroenergia, Manoel Bertone, do Ministério da Agricultura, disse que a expectativa do governo é que a mistura de 25% seja mantida durante toda a safra.

Depois de 90 dias, a mistura de álcool anidro na gasolina subirá dos atuais 20% para 25% a partir do próximo domingo, dia 2. O secretário de Produção e Agroenergia, Manoel Bertone, do Ministério da Agricultura, disse que a expectativa do governo é que a mistura de 25% seja mantida durante toda a safra. Porém, uma eventual nova redução pode ser considerada se houver risco de abastecimento.

Ao divulgar o resultado da primeira estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra de cana-de-açúcar 2010/11, o secretário observou que o governo agiu preventivamente para evitar o desabastecimento quando tomou a decisão de reduzir a mistura para 20%. A decisão foi tomada em janeiro e passou a valer no dia 1º de fevereiro.

A retomada do porcentual de 25% na mistura a partir do dia 2 de maio foi acertada pelo governo ainda em janeiro. "Resolveu? É difícil mensurar. O fato é que não faltou álcool anidro", afirmou. "Tomamos uma medida antecipada em defesa do abastecimento, em defesa do consumidor", completou.

Para 2010/11, Bertone acrescentou que a produção será suficiente para abastecer o mercado interno. De acordo com números da Conab, do total de cana-de-açúcar que será esmagada este ano, cerca de 54,6% (362,8 milhões de toneladas) se destinam à produção de 28,5 bilhões de litros de álcool. Desse volume, 20,14 bilhões de litros são do tipo hidratado e 8,4 bilhões para o anidro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.