Porto Alegre, 21 - Três técnicos da União Europeia começaram hoje uma série de visitas para avaliar as condições de sanidade animal e rastreabilidade no Rio Grande do Sul, como parte do roteiro que realizam em vários Estados que exportam carne bovina para o bloco. O primeiro compromisso do grupo é uma visita ao frigorífico Mercosul, em Bagé, no sul do Estado.

Amanhã, está prevista visita a duas propriedades rurais e à inspetoria veterinária.

"Os europeus vieram avaliar se o Brasil está cumprindo todas as exigências", descreveu o chefe do serviço de sanidade agropecuária do Ministério da Agricultura no Rio Grande do Sul, Bernardo Todeschini. Após polêmica no começo do ano passado sobre as exigências para exportar ao bloco, a UE retomou as compras de carne bovina do Brasil somente de propriedades que atendam plenamente às regras fixadas pelos importadores. O Rio Grande do Sul tem 60 propriedades aptas a vender carne bovina, de um total de 733 fazendas habilitadas atualmente no Brasil pela União Europeia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.