Zimmermann e Erenice dizem que farão novos encontros, mas esperam manter cronograma de capitalização da Petrobras

O ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, e a ministra chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, informaram que as reuniões para a definição do preço do barril do petróleo no processo de capitalização da Petrobras não foram conclusivas. Segundo Zimmermann, ainda serão feitas novas reuniões para se chegar a um meio termo. Há encontros previstos para amanhã.

“Continuamos trabalhando para manter o cronograma”, afirmou Erenice. A ministra espera chegar a uma definição do preço do petróleo até o fim desta semana e promover a capitalização da Petrobras em setembro. O mais provável é que o governo decida por um valor em torno de US$ 8, conforme antecipado há dois dias pelo iG .

Segundo a Agência Estado, o mercado financeiro considera que o preço justo para os barris de petróleo que a União entregará à Petrobrás na capitalização da empresa deve estar ao redor de US$ 7. Se o valor final for superior a esse, as ações da estatal devem ser ainda mais castigadas pelos investidores. No acumulado do ano até terça-feira, o valor de mercado da Petrobrás desabou 28%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.