Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro saudita indica que oferta de petróleo não deve cair

Viena, 9 set (EFE).- O ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali bin Ibrahim al-Naimi, insinuou hoje em Viena que não se deve reduzir a oferta da commodity, porque o mercado está equilibrado, e considerou um êxito de seu país que os preços tenham caído 30% desde o princípio de julho.

EFE |

Além disso, afirmou aos jornalistas - após chegar esta madrugada a Viena para a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) - que seu país vai satisfazer qualquer demanda de seus clientes.

"Deixem-me dizer desta maneira: o mercado está equilibrado de forma justa. E trabalhamos muito duro desde a reunião de junho para levar os preços para onde estão agora. Acredito que tivemos muito êxito", disse Naimi.

"Para concluir, penso que tudo está em equilíbrio, os estoques estão em um nível saudável (...) Mas não estou falando pela Opep", afirmou.

O ministro também falou sobre a atuação da Arábia Saudita no mercado mundial.

"Vamos fazer o que disse antes: temos clientes e vamos satisfazer sua demanda. Responderemos a tudo o que for pedido pelos clientes", concluiu.

A Arábia Saudita aumentou sua produção de petróleo nos últimos meses de forma unilateral, apesar de a Opep decidir em sua última reunião, em março, manter sem mudanças o nível de sua oferta até setembro.

O reino wahhabista agiu desta maneira para frear a escalada dos preços do petróleo registrada no primeiro semestre do ano.

O valor do petróleo disparou até beirar os US$ 148 por barril no começo de julho, mas desde então caiu até situar-se em torno dos US$ 106. EFE Wr/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG