Madri, 17 fev (EFE).- O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, convidou hoje as empresas espanholas a participar da licitação das obras de construção do trem de alta velocidade brasileiro, que devm começar no próximo ano.

Bernardo, que hoje termina sua estadia de dois dias na Espanha, considerou sua visita de "muito proveitosa".

Após se reunir, na segunda-feira, com a ministra de Fomento espanhola, Magdalena Álvarez, Bernardo manteve hoje encontros com presidentes de várias empresas espanholas, como a Ineco-Tifsa e a Adif, que, segundo ele, expressaram seu interesse na linha de alta velocidade brasileira.

Entre essas empresas, a Ineco-Tifsa oferece todos os serviços necessários para qualquer investimento em transporte, dos estudos prévios a qualquer projeto, passando pelos projetos, até a consultoria, gestão de obra, assistência técnica, implementação e manutenção.

O Governo brasileiro propõe dois trens de alta velocidade como parte do plano nacional de transportes, cujos estudos estão quase concluídos e cujas obras devem começar em 2009.

A linha de alta velocidade brasileira é a primeira a ser construída na América Latina.

Após visitar Madri, Paulo Bernardo viajará hoje a Roma, onde manterá diversas reuniões com empresas do setor ferroviário. EFE me/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.