Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro de Finanças da Alemanha reconhece que o país entrou em recessão

Berlim, 25 nov (EFE).- O ministro de Finanças da Alemanha, Peer Steinbrück, reconheceu hoje que seu país está em recessão, mas manteve suas previsões para 2009, que partem de um pequeno crescimento de 0,2%.

EFE |

"Sim, a Alemanha está em recessão", declarou Steinbrück durante o primeiro dia do debate sobre os orçamentos do Estado para 2009, e acrescentou que seria errado continuar falando de uma estagnação.

O Escritório Federal de Estatística confirmou hoje suas informações provisórias do início de novembro, segundo as quais a Alemanha registrou no segundo trimestre um retrocesso econômico de 0,5%, o que, unido à contração de 0,4% experimentada no segundo trimestre, conduz a uma recessão técnica.

Steinbrück reconheceu que ninguém neste momento sabe quão profunda nem prolongada acabará sendo a recessão.

No debate, em que também se abordou o pacote de impulso conjuntural aprovado recentemente pelo Governo, o ministro criticou os políticos que de fora e de dentro da coalizão governamental já estão pedindo novos programas.

Também desmentiu que o Governo já esteja estudando oferecer vales de compra no valor de 500 euros para os 30 milhões de empregados, como afirmou o jornal econômico "Handelsblatt" em sua edição de hoje.

Segundo a publicação, que baseia suas informações em fontes do Governo, o Executivo estaria preparando a divisão destes vales para o caso de que "os instrumentos estipulados não sejam suficientes" e seja necessário respaldar a conjuntura com novas injeções econômicas. EFE ih/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG