Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro das Finanças da Rússia apóia plano de resgate financeiro de Paulson

Moscou, 1 out (EFE).- O ministro das Finanças da Rússia, Alexei Kudrin, afirmou hoje que a recessão nos Estados Unidos chegará antes e será mais profunda caso o Senado americano rejeite na noite de hoje o plano de resgate financeiro promovido pelo secretário do Tesouro, Henry Paulson.

EFE |

"Considero que o plano de Paulson é imprescindível e aprová-lo é uma responsabilidade dos EUA perante outros países, pois, se a crise nos EUA se aprofunde, isto sacudirá também seus sistemas financeiros", declarou Kudrin à imprensa, afirma a agência "Interfax".

Segundo Kudrin, "o plano de socorro financeiro não poderá mudar a tendência básica de redução do crescimento nos EUA, mas sem ele a recessão pode chegar antes e ser mais profunda".

"O Governo e os contribuintes dos Estados Unidos devem pagar este preço para não prejudicarem outros países", acrescentou o ministro russo, que afirmou que esta opinião é compartilhada por "todos os políticos chave norte-americanos".

O Senado dos Estados Unidos votará na noite de hoje o plano de socorro financeiro de US$ 700 bilhões proposto pela Administração do presidente George W. Bush para salvar os bancos de Wall Street de sua dívida mais conflituosa.

Na última segunda, a Câmara de Representantes rejeitou por 225 votos a 208 uma versão do plano de resgate financeiro que os líderes do Congresso e da Administração Bush tinham negociado durante o fim de semana. EFE se/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG