Berlim, 2 mar (EFE).- O ministro alemão de Economia, Karl-Theodor zu Guttenberg, descartou nesta segunda-feira que o Governo vá decidir de maneira imediata sobre as possíveis ajudas oficiais à empresa automobilística Opel.

"Hoje não haverá com segurança uma decisão ao respeito", disse Guttenberg em declarações ao informativo matinal da televisão pública alemã "ARD", pouco antes de a direção da Opel lhe apresentar o plano de saneamento da histórica empresa.

Acrescentou que antes deverá ser comprovado se realmente existe uma perspectiva de futuro real e depois terá que medir com diferentes critérios se é possível conceder alguma ajuda.

O titular de Economia anunciou também uma próxima viagem aos Estados Unidos para falar diretamente com a direção da General Motors, casa matriz da Opel, para esclarecer questões abertas sobre o futuro da empresa alemã.

A sobrevivência da Opel está em jogo devido à crise do setor do automóvel em nível mundial e à grave situação da General Motors, que arrasta perdas de dezenas de bilhões de dólares. EFE jcb/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.