Berlim, 7 fev (EFE).- O ministro da Economia alemão, Michael Glos, teria apresentado sua renúncia, segundo informações do jornal alemão Bild am Sonntag.

O "Bild am Sonntag" cita uma carta que, segundo a publicação, Glos enviou hoje ao chefe de seu partido, a União Social-Cristã (CSU), Horst Seehofer, no qual diz que o grupo deve se reorganizar após perder a maioria absoluta nas recentes eleições regionais na Bavária.

A CSU é a ala bávara da União Democrata-Cristã (CDU), da chanceler Angela Merkel, e tem dois ministros no Governo.

Segundo informações da imprensa, Glos estava insatisfeito ultimamente porque Merkel e o ministro das Finanças, o social-democrata Peer Steinbrück, não o tinha deixado desempenhar um papel determinante na gestão da crise financeira e econômica internacional.

Segundo o "Bild am Sonntag", Glos expressou também a Merkel seu desejo de ser substituído no cargo. EFE rz/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.