Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro britânico reduz esperanças de rápido resgate da Jaguar

Londres, 21 dez (EFE).- O ministro de Negócios britânico, Peter Mandelson, moderou hoje as esperanças de que o Governo do Reino Unido vá rapidamente em auxílio da Jaguar Land Rover, que pediu ajuda para superar a crise do setor, com o apoio sindical.

EFE |

No sábado, o lorde trabalhista Kumar Bhattacharyya, que tem boas relações tanto com Mandelson quanto com o primeiro-ministro, Gordon Brown, disse que o Governo analisava a possibilidade de conceder um crédito de 667 milhões de libras (730 milhões de euros) ao fabricante.

Em declarações ao dominical "The Observer", Mandelson explica hoje, no entanto, que o grupo indiano Tata, atual proprietário da Jaguar, deve administrar seus recursos, e acrescenta que o Governo não pode ser o primeiro ao qual recorrer nessas circunstâncias.

"Se o Governo pode fazer algo para uma companhia desse tipo, esta deverá superar uma série de provas muito difíceis", afirma.

O próprio Brown disse esta semana que não poderia prometer seu apoio à Land Rover, que tem 16 mil funcionários.

A Jaguar Land Rover, que foi adquirida em junho pela indiana Tata por 1,7 bilhão de libras, informou no mês passado que enfrenta "condições comerciais sem precedentes", devido à forte queda de suas vendas.

A direção anunciou a demissão até ofinal de ano de 850 trabalhadores no Reino Unido entre o pessoal de tecnologia da informação e engenharia.

Em sua entrevista ao "Observer", Mandelson diz não ser indiferente ao destino da indústria britânica do automóvel, e reconhece que o Governo pode ter que ajudar companhias importantes do ponto de vista do emprego no Reino Unido. EFE jr/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG