Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro argelino diz que Opep analisa novo corte da produção

Argel, 21 jan (EFE).- O ministro de Energia argelino, Chakib Khelil, afirmou hoje que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) cogita cortar a produção na reunião de 15 de março, se isso for necessário para manter os preços da commodity.

EFE |

Khelil explicou que, se houver uma decisão nesse sentido, essa não será adotada antes da reunião dos membros do cartel prevista para 15 de março.

"Se for necessário, aplicaremos uma nova redução em nosso encontro de 15 de março para levar estabilidade aos preços do petróleo", disse, após destacar que não está prevista outra reunião da Opep antes dessa data.

Khelil rejeitou dimensionar o alcance desse possível corte, e afirmou que a decisão corresponde à conferência da organização.

Na reunião extraordinária de dezembro em Oran, na Argélia, a Opep decidiu reduzir sua produção em 2,2 milhões de barris diários para tentar frear a queda dos preços do petróleo.

O ministro argelino ressaltou que as decisões adotadas em Oran estão sendo executadas "100%", e que, graças a isso, os preços se mantêm em seu nível atual.

Segundo a Opep, o preço do petróleo se estabilizará nos níveis atuais e começará a se recuperar no terceiro trimestre de 2009. EFE sk/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG