recessão técnica - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ministro admite que França entrou em recessão técnica

O ministro do Orçamento francês, Eric Woerth, admitiu nesta sexta-feira que a França entrou em recessão técnica após dois trimestres de crescimento negativo, embora tenha insistido que 2008 terminará com um crescimento econômico de 1%.

Redação com AFP |

Acordo Ortográfico "Houve dois trimestres de crescimento negativo, isso se chama recessão técnica. Tivemos um ano de 2008 com um crescimento de 1%, certamente não é muito, é até pouco, mas é crescimento", disse Woerth em Antibes, sudeste da França, onde participava de uma reunião dos parlamentares da União por um Movimento Popular (UMP), partido do presidente Nicolas Sarkozy.

Criticando o "jogo de gato e rato" entre a imprensa e o governo para ver quem pronuncia "a palavra que não deve ser pronunciada" (recessão), Woerth considerou que o "importante é o que fazemos", porque "não podemos estar satisfeitos com um crescimento de 1%".

A recessão se define normalmente como o resultado de pelo menos dois trimestres consecutivos de retrocesso do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo previsões do Instituto de Estatística Francês (INSEE) divulgadas nesta sexta-feira, o PIB francês registrará um retrocesso de 0,1% no terceiro e no quarto trimestres, depois de ter retrocedido 0,3% no segundo.

Leia tudo sobre: frança em recessão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG