Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Míni da Dell gasta 70% menos energia

Míni da Dell gasta 70% menos energia Por Juliana Rocha São Paulo, 19 (AE) - Neste ano 7 em cada 10 brasileiros que compraram um computador optaram por um desktop. Mas as máquinas de mesa estão cada vez mais distantes dos monólitos acinzentados de outrora.

Agência Estado |

Fabricantes como Shuttle, Apple, HP e, agora, Dell desenvolveram PCs eficientes e com design à altura da sala de estar.

O novo Dell Studio Hybrid impressiona pelo tamanho 80% menor do que o de um computador comum. A embalagem de tamanho semelhante a uma caixa de sapato chama ainda mais atenção quando colocada ao lado da uma tela de 19".

Graças ao chipset para notebooks da Intel, o Studio Hybrid pesa pouco mais de 2 kg e consume 70% menos energia do que a média dos desktops, tendência que veio para ficar. O modelo ganhou o selo máximo de eficiência energética do governo americano, EnergyStar 4.0 (veja mais sobre TI verde em http://tinyurl.com/6omz76).

O minidesktop da Dell vem em seis cores diferentes, além da opção ecologicamente correta em bambu (leia box). Quando ligado, as logomarcas gravadas na carcaça são iluminadas.

Causa estranhamento a aparente ausência do drive de CD/DVD. Não há a tradicional bandeja, mas uma ranhura na parte superior como nos tocadores de CD automotivos.

Embora seja opcional a aquisição de um gravador Blu-ray em vez do combo CD/DVD padrão, há razões para não fazê-lo. Apesar de ter vencido a batalha de formato de alta definição contra o HD-DVD, o Blu-ray ainda não se firmou, e os discos ainda custam pelo menos o dobro do preço dos DVDs: entre R$ 60 e R$ 90.

Além disso, a placa de vídeo integrada Intel GMA X3100 se justifica pelo baixo consumo de energia, mas já foi superada por dois novos modelos da Intel e só é capaz de reproduzir imagens com resolução de 480p - a definição das TVs analógicas. Para reproduzir vídeos em alta definição, o sistema precisa recorrer ao processador, o que resulta em perda de performance.

Por conta disso, no Índice de Experiência do Windows - sistema criado pela Microsoft para avaliar o desempenho das máquinas com seu sistema operacional - o Studio Hybrid marca 3,5 de 10.

Essa nota seria superior se não fosse contabilizada a baixa capacidade de processamento de gráficos mais elaborados - como os exigidos para jogar games. Então a performance seria de 5,1, com destaque para o bom desempenho do chip de núcleo duplo da Intel.

FICHA TÉCNICA - STUDIO HYBRIDDELL
CONFIGURAÇÕES - Intel Pentium Dual Core T2390 1,86 Ghz ou Core 2 Duo T5850 2,16 Ghz ou Core 2 Duo T8300 2,4 Ghz; até 4 GB RAM; disco rígido de até 320 GB; placa de vídeo Intel Graphics Media X3100 integrada; saída HDMI; gravador de CD/DVD ou leitor de Blu-Ray
PREÇO - R$ 1.799 (sem o monitor), R$ 2.799 (com o monitor na configuração de entrada) e R$ 3.899 (com monitor e na configuração top de linha)
WEB - www.dell.com.br
O QUE OFERECE - Design arrojado em várias cores, tamanho reduzido e baixo consumo

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG